OUÇA DIARIAMENTE GRITOS DE ALERTA

SOCIEDADE BÍBLICA


terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Filme cristão 'O Diabo no Banco dos Réus' sofre ataques de grupos ateus

Um dos filmes cristãos mais aclamados da atualidade, Suing the Devil (O Diabo no Banco dos Réus, na versão brasileira) tem sofrido fortes ataques de grupos ateus nos EUA contrários à mensagem evangelística retratada na luta do bem contra o mal.

Os ataques em massa fizeram com que a classificação do filme caísse de sete para quatro na nota dada pelos usuários no site IMDB – Internet Movie Database, um dos maiores e mais conceituados sites sobre cinema.
  • suing-the-devil
    (Foto: www.gracaefilmes.com.br)
    Um dos filmes cristãos mais aclamados da atualidade, Suing the Devil (Processando o Diabo) tem sofrido fortes ataques de grupos ateus nos EUA contrários à mensagem evangelística retratada na luta do bem contra o mal.
  • Suing The Devil
    Foto: http: rapidezfilmes.blogspot.com
1/2
A avaliação online é feita através da nota dada pelos usuários, que varia de 1 a 10. Segundo os manifestos dos religiosos, muitos dos que atribuíram notas baixas ao filme nem sequer o haviam assistido, já que ele ainda não foi lançado em DVD.
"Foi um ataque direto a todos os crentes. Havia cerca de 400 pessoas que votaram com a nota 1, apesar do filme não ter saído em DVD”, disse um porta-voz da produtora do filme, River Rain, ao Charisma News.
Alguns comentários deixados no site a respeito do filme falavam em “fundamentalistas cristãos lunáticos”, “mentirosos”, “lixo” e outras palavras pesadas para qualificar o filme.
"Nós levamos o IMDB a conhecer esse ataque, mas eles nada fizeram”, disse o porta-voz.
Curta-nos no Facebook

O diretor Timothy Chey e os produtores do filme pedem que os cristãos tenham uma atitude de perdão em relação aos ataques. “Temos que mostrar a eles amor”, disse Tim Chey, e completou dizendo: “estou feliz por divulgar a palavra de Deus a tantas pessoas”.
Suing the Devil estreou nos cinemas americanos em agosto, conquistando o segundo lugar em bilheteria na categoria de filmes independentes e o primeiro lugar na arrecadação em filmes cristãos.
O filme conta a história do conflito espiritual entre o homem e Satanás, representada por uma batalha jurídica permeada por muito suspense e momentos emocionantes.
Um vendedor desanimado, estudante de direito, resolve processar o diabo por tudo que ele causou de ruim em sua vida. O valor do processo é a cifra astronômica de US$ 8 trilhões.
O desfecho mostra o próprio Satanás, que aparece no julgamento para se defender assessorado pelos dez melhores advogados do país, televisionado para todo o mundo.
O sucesso do enredo foi tanto que segundo o jornal Los Angeles Times, o filme tem sido fortemente baixado de forma ilegal pela internet, por meio de sites de material pirata.
O ator Malcolm McDowell, que estrela o longa-metragem, revelou que o filme já foi baixado 100 mil vezes em mais de 50 sites ilegais.
Além de McDowell, atuam no longa Rebecca St. James, Corbin Bernsen, Campos Shannen (Desafiando Gigantes), Tom Sizemore, Ros Gentle, e Bart Bronson. O grupo de louvor Hillsong também participa, nas cenas rodadas na Austrália.
Outros filmes cristãos que também sofreram ataques incluem Facing the Giants (Desafiando Gigantes) e Courageous (Corajoso).
VIA IMPACTO REAL
INF. CRISTIAN POST

Pastor Silas Malafaia rebate critica de jornalista e o chama de “evangelicofóbico” Em seu site o pastor assembleiano questiona os interesses que fazem o jornalista defender a causa homossexual e o desafia a provar que ele é homofóbico

Pastor Silas Malafaia rebate critica de jornalista e o chama de “evangelicofóbico”
O pastor Silas Malafaia usou o site Verdade Gospel para responder a um jornalista do O Globo que o chamou de homofóbico. No texto publicado nesta segunda-feira, 30, Ancelmo Gois comenta as palavras do pastor assembleiano sobre o reality show da Globo, o Big Brother Brasil 12, mas a forma como ele cita Malafaia foi entendida pelo líder religioso como “preconceito contra evangélicos”.
Intitulada como “O pastor e o ‘Big Brother’” a pequena coluna reproduziu o comentário do líder da Assembleia de Deus Vitória em Cristo sobre os evangélicos que assistem ao BBB. “Silas Malafaia, o telepastor que abriu guerra contra os gays ao se declarar homofóbico, agora mira no… “Big Brother”, da TV Globo. Em seu site verdadegospel.com, disse que ‘se algum crente assiste ao programa, tem de se converter de novo’”, escreveu.
Sobre a primeira parte do texto Malafaia rebate, dizendo que admirava muito o jornalista, mas que agora ficou “de boca aberta” por ser chamado pelo profissional de homofóbico. “Nunca disse, e muito menos sou homofóbico. Ancelmo Gois está desafiado a provar em qualquer instância que ele quiser, quando que eu fui conivente com violência contra gays. Porque homofobia é uma aversão ao homossexual, desejando agredi-lo ou até eliminá-lo. Quando foi que eu fiz isso?”
Em seu site Malafaia ainda comenta que esse texto mostra que o jornalista aprova o homossexualismo, mas tem preconceito contra evangélicos. Não satisfeito o apresentador do programa Vitória em Cristo foi mais longe e questionou os reais motivos que levaram Ancelmo Gois a tecer aquele comentário.
“A partir do comentário de Ancelmo Gois, passo a ter algumas interrogações a respeito dele: 1. Será que ele esta defendendo causa própria? 2. Será que ele tem tanta afinidade com os homossexuais que passou a defender, translocadamente, a bandeira deles? 3. Será que ele e evangelicofóbico? 4. Será que ele tem ódio de pastores evangélicos? 5. Será que é mau caratísmo da parte dele?”, questiona Malafaia.
O religioso mantém sua opinião sobre o reality show dizendo que tal atração promove a cultura da traição, do alcoolismo, do fingimento e etc. “Quanto ao Big Brother, que toda a imprensa tem comentado, todos nós sabemos que este programa tem ensinado a cultura da traição, a cultura do alcoolismo, a cultura da safadeza, a cultura do fingimento, a cultura da sensualidade, a cultura da depravação, e todas estas culturas sendo impregnadas para destruir valores fundamentais para o equilíbrio da família, da sociedade e do ser humano”.

Pastor do Ministério Internacional da Restauração morre em engavetamento de carros na Flórida Outras nove pessoas morreram neste acidente, sendo que quatro delas eram da mesma família do pastor, incluindo esposa e uma de suas filhas

Pastor José do Carmo Jr. e sua esposa Adriana
No último domingo, 29, um acidente em Gainesville, na Flórida, Estados Unidos, matou cinco brasileiros que eram membros da Igreja
que saíram da Geórgia para participarem de uma conferência evangélica.
Entre as vítimas fatais estão o pastor José Junior do Carmo, sua esposa Adriana, a filha Letícia, o irmão do pastor também chamado de José e, sua esposa, Rose. Apenas a filha do pastor do MIR em Atlanta, Lidiane, de 15 anos, sobreviveu, mas está internada em um hospital de Gainesville.
O acidente foi provocado por um engarrafamento que fez com que 10 carros de passeio e pelo menos cinco veículos pesados se chocassem deixando 10 pessoas mortas e ao menos 21 feridas, segundo informou o site do jornal “The Gainesville Sun”.
Duas minivans com membros do Ministério Internacional da Restauração participaram da III Cell Vision Conference, evento realizado em Orlando entre os dias 26 e 28 de janeiro.
Da igreja de José Júnior foram 19 pessoas, sendo que 14 estavam divididas em duas vans voltando para Atlanta quando se envolveram no acidente, já as outras cinco voltariam no dia seguinte. A van maior, que levava nove brasileiros, também colidiu, mas não houve vítimas fatais.

O acidente pode ter sido provocado devido à falta de visibilidade na estrada já que um denso nevoeiro chegou a ser o motivo da Patrulha de Estradas da Flórida interditar a região.
Horas depois as pistas foram abertas, mas uma fumaça vinda de um incêndio próximo ao local do acidente poderia ter prejudicado a visão dos motoristas mais uma vez.
Com informações G1

segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Documentário mostra como Igreja Católica fez tráfico de 300 mil crianças na Espanha



Calcula-se que até 300.000 bebês espanhóis foram roubados de seus pais e vendidos para adoção durante cinco décadas. Essas crianças foram traficadas por uma rede secreta de médicos, enfermeiros, padres e freiras em uma prática que começou na Espanha durante a ditadura do General Franco e continuou até o início dos anos 1990.
Centenas de famílias que tiveram bebês retirados de hospitais espanhóis agora estão lutando para uma investigação oficial do governo desse escândalo. Várias mães dizem que foram informadas que seus filhos morreram durante ou logo depois do parto.
Mas as mães, muitas vezes jovens e solteiras, foram informadas de que não poderiam ver o corpo do bebê ou assistir a seu enterro. Na verdade, sabe-se hoje que os bebês foram vendidas para casais sem filhos cujos crenças e segurança financeira provariam à Igreja Católica que eles seriam os pais mais apropriados.
Documentos oficiais foram forjados para que os nomes dos pais adoptivos aparecessem nas certidões de nascimento dos bebês. Em muitos casos, acredita-se que eles não sabiam que a criança que receberam havia sido roubada. As freiras diziam que a mãe biológica os deu para adoação.
A jornalista Katya Adler, que investigou o escândalo e preparou o documentário que será exibido pela rede inglesa BBC esta semana, diz: “Essa situação é incrivelmente triste para milhares de pessoas. Agora há homens e mulheres em toda a Espanha, cujas vidas foram viradas de cabeça para baixo, pois descobriram que os seus pais as compraram. Sem falar nas mães que estão descobrindo que seus filhos estão vivos e foram criados por outra pessoa durante todo esse tempo”.
Especialistas acreditam que esses casos podem ser até 15% do total de adoções que da Espanha entre 1960 e 1989.
O esquema teve inicio em durante o regime do general Franco, com motivações políticas, mas continuou após a morte do ditador em 1975. A Igreja Católica ainda mantinha uma poderosa influência nos serviços sociais do país, como hospitais e orfanatos. Somente em 1987 o governo espanhol passou a regular as adoções e não mais os hospitais.
O escândalo veio à tona somente depois que dois homens, Antonio Barroso e Juan Luis Moreno, descobriram que haviam sido roubados ainda bebês.
O “pai” de Moreno confessou em seu leito de morte ter comprado o filho de um padre em Zaragoza, norte da Espanha. Ele disse ao filho que foi acompanhado na viagem pelos pais de Barroso e cada criança custou 200.000 pesetas – uma enorme quantia na época.
“Era o preço de um apartamento naqueles tempos”, afirmou Barroso. “Meus pais pagaram em parcelas ao longo de 10 anos, porque não tinha dinheiro suficiente. ‘
Testes de DNA provaram que o casal que criou Barroso não eram seus pais biológicos e uma freira admitiu que ele foi vendido. Quando a dupla tornou seu caso público, mães de todo o país decidiram contar suas experiências de nunca ter acreditado que seus filhos tinham morrido durante o parto. Uma delas foi Manoli Pagador, que começou a procurar pelo seu filho.
O documentário da BBC, This World: Babies Stolen from Espanha, segue os passos dela até a descoberta que a criança de Pagador chama-se Randy Ryder, foi criado no Texas e agora está com 40 anos.
Em alguns casos, sepulturas dos bebês foram exumadas, revelando ossos que pertencem a adultos ou animais. Alguns dos túmulos estavam vazios.
O programa da BBC nem foi ao ar e já está gerando polêmicas, pois centenas de famílias que perderam bebês em hospitais espanhóis pedem que o governo abra uma investigação rigorosa sobre o escândalo. Procurada, a Igreja Católica da Espanha não quis se pronunciar sobre o caso.



Fonte: Gospel Prime
Com informações BBC

lhares de europeus católicos e protestantes pedem desbatismo

Milhares de europeus católicos e protestantes pedem desbatismoPessoas de países como Holanda, Alemanha, Bélgica e Áustria estão não só se afastando das igrejas como também fazendo questão de providenciar o seu desligamento formal da religião, com a solicitação do desbatismo.
Anne Morelli, diretora de um centro de estudo sobre religião e laicidade da Universidade Livre de Bruxelas, disse que esse movimento se tornou visível em 2011 em toda a Europa. “Esse movimento está relacionado aos escândalos de sacerdotes pedófilos, mas ocorre já há algum tempo.”
Disse que ainda não existem estatísticas oficiais sobre o crescimento dos desbatismos, mas garantiu que eles ocorrem aos milhares. Trata-se, segundo Anne, de um fenômeno que se verifica entre protestantes e católicos.
Na França, houve um caso que obteve repercussão porque a Igreja Católica se recusou a conceder o desbatismo. O aposentado René Lebouvier (foto), 71, teve de ir à Justiça e obteve sentença favorável, mas a Igreja recorreu à instância superior, e agora a tramitação do processo poderá demorar anos até que saia uma decisão final.
Na opinião de Marc Blondel, presidente de uma organização francesa de livres-pensadores, a Igreja resistiu em tirar o nome de Lebouvier dos seus registros de batismo porque teme facilitar esse procedimento, o que levaria, segundo ele, outras pessoas a pedirem o seu desligamento formal da denominação.
Na região de língua francesa da Bélgica, o número de pedido de desbatismo pulou de 66 em 2008 para 2.000 em 2010, de acordo com a Federação dos Amigos da Moral Secular.
Na Alemanha, 181 mil católicos se desligaram da Igreja em 2011. Lá, em vez de pedir o desbatismo, eles estão preferindo comunicar ao governo que não mais querem pagar impostos à Igreja. Isso representa um rombo nas finanças da Igreja.
Na avaliação de Christian Weisner, porta-voz do movimento internacional leigo “Nós Somos a Igreja”, os alemães não querem se livrar de suas crenças, mas, sim, da hierarquia da Igreja, que perdeu toda sua credibilidade com os escândalos dos padres pedófilos.
Para o escritor Terry Sanderson, presidente da National Secular Society, o que algumas pessoas realmente querem é mostrar o seu repudio. “Elas querem dizer algo como ‘eu não sou mais um de seus membros’”.


Fonte: Paulopes

Pastor Ciro Zibordi critica Silas Malafaia e sua defesa à teologia da prosperidade: “é uma aberração, à luz da Bíblia”

Pastor Ciro Zibordi critica Silas Malafaia e sua defesa à teologia da prosperidade: “é uma aberração, à luz da Bíblia”O pastor Ciro Sanches Zibordi postou em seu blog um comentário bastante crítico sobre a teologia da prosperidade e citou, especificamente, o pastor Silas Malafaia como sendo um pregador que anteriormente era contrário à essa mensagem e que agora, é um adepto dela.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica GospelCiro dirige-se ao pastor Silas frisando gostar de suas argumentações contrárias ao PL 122 e “a defesa da vida e dos valores morais esposados na Palavra de Deus”, e que por esses motivos, sempre evitou tecer críticas diretas ao pastor Silas Malafaia.
Afirmando acreditar que Silas não ficaria indignado com suas palavras, Zibordi criticou a intempestividade do líder da Igreja Assembleia de Deus Vitória em Cristo quando rebate opiniões contrárias às suas: “Silas Malafaia, além de defender abertamente a teologia da prosperidade, costuma não economizar nos impropérios, ao responder aos seus críticos”.
Citando uma entrevista concedida à revista Igreja, em que Malafaia chamou pastores que o criticam por defender a teologia da prosperidade de “idiotas”, o pastor Ciro Zibordi afirmou que mesmo se tratando de alguém com personalidade forte, Silas Malafaia precisava ser mais cuidadoso: “Quem assiste às mensagens de Silas Malafaia, sabe que ele tem estilo próprio. Ele não escolhe muito as palavras. Mas tudo tem limite. Aliás, nosso limite está na Palavra de Deus. E o que está escrito em 1 Pedro 3.15? ‘Antes santificai a Cristo, como Senhor, em vossos corações; e estai sempre preparados para responder com mansidão e temor a qualquer que vos pedir a razão da esperança que há em vós’”, frisou Zibordi.
Falando diretamente sobre a teologia da prosperidade, o pastor Ciro Zibordi afirmou que trata-se de uma distorção da mensagem bíblica: “É evidente que a teologia da prosperidade é uma aberração, à luz da Bíblia. Por quê? Porque ela é reducionista e prioriza a prosperidade material. Ela faz com que toda a mensagem da Bíblia gire em torno de conquista de dinheiro, bens, riquezas. E induz o crente a supervalorizar as coisas desta vida terrena e passageira, em detrimento das ‘coisas que são de cima’ (Cl 3.1,2; 1 Co 15.57)”.
Acompanhe abaixo, a íntegra do artigo do pastor Ciro Sanches Zibordi:
Respeito o pastor Silas Malafaia. Gosto de suas argumentações sobre a defesa da vida e dos valores morais esposados na Palavra de Deus. Considero Malafaia uma pessoa preparada para representar os evangélicos em audiências públicas a respeito do PLC 122, do aborto, etc. Tenho também amigos na igreja pastoreada por ele: a Assembleia de Deus Vitória em Cristo, na Penha-RJ.
Foi por tudo isso que sempre evitei citar o nome de Malafaia, neste blog. Mas tenho uma palavra para ele e acredito que não ficará indignado contra mim, haja vista ser a minha mensagem bíblica e respeitosa.
Silas Malafaia, além de defender abertamente a teologia da prosperidade, costuma não economizar nos impropérios, ao responder aos seus críticos. Há alguns meses, por exemplo, ele concedeu uma entrevista à revista Igreja e deu uma resposta que o tornou repreensível, à luz da Palavra de Deus. Peço a todos que admiram esse renomado pastor que não vejam este artigo como um ataque pessoal. Atentem para as referências bíblicas que vou citar e as considerem como palavras inspiradas do Senhor que se aplicam a todos que o servem.
“O senhor está sendo duramente criticado pelo setor mais conservador da igreja por causa da teologia da prosperidade pregada por alguns convidados de seu programa, como Morris Cerrullo e Mike Murdock. Como o senhor responde a estas criticas de que a teologia da prosperidade não tem base bíblica e é uma heresia?” — perguntou o entrevistador, da revista Igreja.
Antes de discorrer sobre a resposta de Malafaia, é importante corrigir duas coisas na pergunta acima. Primeira: não é somente o setor mais conservador da igreja que critica Malafaia por causa da teologia da prosperidade. Não se trata de extremistas combatendo extremistas. Na verdade, todos os cristãos equilibrados, que têm a Bíblia como a sua fonte primária de autoridade, são contrários à falaciosa teologia da prosperidade. Outra correção: tal heresia não tem sido pregada apenas por Morris Cerullo e Mike Murdock. O próprio entrevistado é um dos seus propagadores.
Vamos à resposta do pastor Malafaia: “Primeiro quem fala isto é um idiota! Desculpe a expressão, mas comigo não tem colher de chá! Por que quando é membro eu quebro um galho, mas pastor não: é um idiota. Deveria até mesmo entregar a credencial e voltar a ser membro e aprender. Para começar não sabe nada de teologia, muito menos de prosperidade. Existe uma confusão e um radicalismo, e todo radicalismo não presta”.
Quem assiste às mensagens de Silas Malafaia, sabe que ele tem estilo próprio. Ele não escolhe muito as palavras. Mas tudo tem limite. Aliás, nosso limite está na Palavra de Deus. E o que está escrito em 1 Pedro 3.15? “Antes santificai a Cristo, como Senhor, em vossos corações; e estai sempre preparados para responder com mansidão e temor a qualquer que vos pedir a razão da esperança que há em vós”.
Eu não sou perfeito. Silas Malafaia não é perfeito. Nenhum de nós é perfeito. Mas somos todos servos do Senhor. Qual é a recomendação do Senhor aos seus servos, em sua Palavra? Em 2 Timóteo 2.24,25 está escrito: “E ao servo do Senhor não convém contender, mas sim ser manso para com todos, apto para ensinar, sofredor; instruindo com mansidão os que resistem”.
Que mansidão e temor vemos em xingamentos a pastores? Alguém dirá: “O Silas é assim mesmo. É o jeito dele. Eu o conheço há muito tempo”. Reconheço que cada um tem uma personalidade. Mas, para que existe o fruto do Espírito, isto é, o Espírito Santo agindo em nós? Para moldar o nosso caráter e mudar o nosso interior, a fim de que sejamos astros nesse mundo tenebroso (Mt 5.13-16; Fp 2.14,15) e demonstremos a todos que temos amor, humildade, verdade, alegria, paz, longanimidade, justiça, benignidade, bondade, fé, mansidão, domínio próprio, etc. (Gl 5.22; Ef 5.9; 1 Pe 5.5).
“Há casos em que é preciso botar pra quebrar. Não dou colher de chá para pastores” — Malafaia poderá argumentar. Concordo, em parte. Jesus, o nosso paradigma (1 Jo 2.6; 1 Co 11.1; 1 Pe 2.21), realmente foi firme, quando necessário. Chamou os fariseus de hipócritas e condutores cegos (Mt 23) e Herodes de raposa (Lc 13.32), bem como verberou contra os maus pastores de algumas igrejas da Ásia (Ap 2-3). Entretanto, Malafaia precisa reconhecer — não para concordar comigo — que a sua resposta aos oponentes da teologia da prosperidade tem sido generalizante e desproporcional.
Muitos homens de Deus respeitadíssimos se opõem à teologia da prosperidade e ao pensamento mercantilista de Mike Murdock e Morris Cerullo. São todos eles idiotas que precisam entregar a credencial? O próprio Silas Malafaia, durante muitos anos, foi um ferrenho oponente da teologia da prosperidade. Há, inclusive, vídeos no YouTube que apresentam sua verberação contra essa heresia. Mas ele não entregou a sua credencial de pastor nem voltou a ser membro para aprender. Pelo que tudo indica, a sua mudança de crítico da aludida heresia para propagador dela ocorreu por influência do telemilionário Murdock e outros.
Concordo que todo o extremismo é perigoso, como disse Silas. Não é porque sou contrário à teologia da prosperidade que serei, por causa disso, favorável à teologia da miséria. Afinal, a Bíblia diz que devemos nos contentar com o que temos, e não nos conformar com o que temos (Fp 4.11-13; 1 Tm 6.8-10). Conformar-se é uma coisa. Contentar-se, outra. Posso estar contente com um carro velho, pois o contentamento vem do Senhor. Mas não preciso me conformar com isso, pois Deus pode me dar um carro melhor.
Por outro lado, é evidente que a teologia da prosperidade é uma aberração, à luz da Bíblia. Por quê? Porque ela é reducionista e prioriza a prosperidade material. Ela faz com que toda a mensagem da Bíblia gire em torno de conquista de dinheiro, bens, riquezas. E induz o crente a supervalorizar as coisas desta vida terrena e passageira, em detrimento das “coisas que são de cima” (Cl 3.1,2; 1 Co 15.57).
Sinceramente, penso que o pastor Silas Malafaia é um grande comunicador, uma pessoa muito influente. Gostaria muito que ele fosse mais equilibrado, coerente e adotasse uma conduta em tudo pautada nas Escrituras. Lamento — lamento muito mesmo — por ele ter abraçado a teologia da prosperidade e por usar impropérios contra quem se lhe opõe. Se usasse os dons que Deus lhe deu e o seu carisma para pregar o Evangelho de maneira contundente, com verdade (Jr 23.28), seria muito mais respeitado por cristãos e não-cristãos.
Com temor e tremor,
Ciro Sanches Zibordi
Fonte: GOSPEL +

Claudia Leitte agradece a Deus pela gravidez: “Eu me sinto plena para trazer mais uma criatura de Deus ao mundo”

Claudia Leitte agradece a Deus pela gravidez: “Eu me sinto plena para trazer mais uma criatura de Deus ao mundo”
A cantora Cláudia Leitte anunciou na última sexta feira (27) que está grávida. Em seu blog ela disse estar curtindo cada momento da novidade junto com seu marido e fez diversos agradecimentos a Deus pela vida do novo filho.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel“Eu e meu marido estamos curtindo cada momento. Pra nós não importa se será menino ou menina, queremos a alegria e a saúde que Davi esbanja, nada mais! À propósito, meu primogênito tb celebra conosco”(sic), escreveu Cláudia em seu blog.
A cantora falou também de sua felicidade em trazer “mais uma criatura de Deus ao mundo”. “Eu me sinto plena para trazer mais uma criatura de Deus ao mundo, e é a ELE que agradeço pelo privilégio de ser mãe outra vez. Sim! Meus fãs me verão pulando e cantando barriguda e feliz novamente”, disse a artista ressaltando que continuará nos palcos durante a gravidez, como fez no festival de verão de Salvador que participou durante a semana.
Cláudia finalizou a nota em seu blog pedindo para que Deus abençoe os fãs e dando boas vindas a seu novo filho, chamado por ela de “anjo”: “Que DEUS abençoe vocês com a mesma felicidade que transborda aqui em casa. Família é a maior riqueza que um homem pode construir! Que seja bem vindo mais um saudável e lindo anjo para encher meu lar”.
Fonte: Gospel+

O PT, que dá a oposição como liquidada, estuda agora um futuro confronto com os evangélicos


O fato mais importante da semana passada se deu na sexta-feira, em Porto Alegre. Seu protagonista é Gilberto Carvalho, secretário-geral da Presidência e olhos, ouvidos e mão — pesada! — de Luiz Inácio Lula da Silva no governo. Carvalho é o homem que guarda os arcanos petistas, os seus segredos, os seus porões. Depois do Babalorixá de Banânia, é quem mais conhece o partido. Transita em todas as esferas, especialmente no mundo sindical — e o sindicalismo nunca foi para pessoas de estômago fraco. O de Carvalho é de avestruz. Não por acaso, ele foi o principal articulador do PT nos eventos pós-morte de Celso Daniel. Foi quem organizou a reação do partido e determinou o papel que cada um deveria desempenhar. Tinha sido braço-direito do prefeito. Segundo irmãos de Celso, confessou-lhes que levava malas de dinheiro do esquema de corrupção de Santo André para o PT — no caso, para José Dirceu. Ambos negam, é evidente. Mas volto.
O evento mais importante foi a palestra de Carvalho a militantes de esquerda no Fórum Social de Porto Alegre. É aquele evento que contou, na sua fase palaciana, com a presença do terrorista e assassino Cesare Battisti, a quem os petistas deram guarida. Para Carvalho, no entanto, “terrorista” é a polícia de São Paulo… Esse foi o trecho politicamente mais delinqüente de sua fala, mas não foi o principal.
Depois de confessar que o governo quer criar uma mídia estatal para a chamada “classe C” — que, segundo Carvalho, não poderia ficar à mercê da mídia conservadora —, ele avançou: é preciso fazer uma disputa ideológica com os líderes evangélicos pelos setores emergentes!
Uau! Não pensem que isso é feito assim, na louca, sem teoria — nem que seja uma teoria aprendida, não exatamente lida. Esse pensamento de Carvalho tem história.
Os petistas, embora não o digam em público, consideram que a oposição está liquidada. Conversei dia desses com um intelectual petista que se mostrava, até ele, escandalizado com a incapacidade da oposição de articular o discurso conservador para se opor ao suposto “progressismo” do PT. Ele também estranhava o que vivo estranhando aqui: será o Brasil a única democracia do mundo com medo dos eleitores que estão mais à direita no espectro político? Pelo visto, sim! Lá na suas tertúlias, os petistas chegam a zombar dessa covardia.
Notem, a propósito, que os únicos momentos em que demonstram realmente alguma aflição e põem as suas hordas na rua é quando temem que a população adira ao discurso da ordem: então mobilizam seus bate-paus para confrontos com a polícia. Assim, podem sair gritando: “Fascistas!” Se e quando a oposição souber falar essa linguagem de modo eficiente e moderno, o PT pode ter problemas. Mas a aposta dos companheiros é que isso não vai acontecer. Tucanos, por exemplo, são reféns de sua “ilustração”.
A outra força
A força que o partido teme é justamente a religiosa. E, no caso, não é a Igreja Católica que os preocupa. Embora tenha cooptado o PRB — o partido da Igreja Universal do Reino de Deus, do auto-intitulado “bispo” Edir Macedo, dono da Record —, o PT sabe tratar-se de uma vistosa, mas pequena parte dos evangélicos. Seguindo os passos da teoria gramsciana, o “partido” tem de se consolidar como um “imperativo categórico”, de modo que toda ação concorra para fortalecê-lo. Mesmo os movimentos de crítica e reação hão de estar subordinados a este ente. Haver organismos, entidades, grupos ou religiões que cultivem valores fora do abrigo do partido é inaceitável.
Os “pensadores” do PT querem começar a criar as condições para limitar ou anular a influência das igrejas evangélicas especialmente nas questões relativas a costumes. O projeto petista se consolida é com a completa laicização da sociedade, sem espaço para a moral privada ou de grupo. Teses como descriminação do aborto, legalização das drogas, união civil de homossexuais, proselitismo sexual nas escolas (nego-me a chamar de “educação” o tal kit gay, por exemplo) tendem a encontrar resistência. E as vozes que lideram essa resistência costumam ser justamente as dos evangélicos. Setores da Igreja Católica também reagem, sim, mas sabemos que a Santa Madre está infestada de esquerdistas de batina (ou melhor: sem batina!).
Ora, conjuguemos as duas propostas de Carvalho, feitas no Fórum Social: ele quer o estado produzindo “informação” para a classe C justamente para disputar almas com os evangélicos. O PT chegou à fase em que acredita que pode também ser “igreja” — e seu “deus”, como se sabe, é o Apedeuta… Os petistas ainda não engoliram o recuo que tiveram de fazer em 2010, no debate sobre o aborto, por causa da pressão dos cristãos.
Os cristãos evangélicos entraram no alvo de médio prazo do PT. Cuidem-se ou serão também engolidos.
Por Reinaldo Azevedo

Cristãos se reúnem em Hollywood para orar Líderes de oração, adoração e artistas irão às ruas para oferecer suas orações com um só coração


Cristãos se reúnem em Hollywood para orar
Milhares de cristãos se reúnem para um dia de oração em Hollywood. Eles participarão do TheCRY Hollywood que será realizado no dia 15 de março.

Segundo a diretora Faytene Grasseschi o evento é mais do que um dia de oração. "Não é uma conferência, será um grito para Deus mover-se com Seu amor e poder na mídia do entretenimento".

Líderes de oração, adoração e artistas irão às ruas para oferecer suas orações com um só coração e pedir a Deus para que mova a indústria do entretenimento durante o evento. Com este encontro, Grasseschi espera ver mudanças significativas no mundo.

Um orador, que estará presente no evento, é o Dr. Ted Baehr, um crítico de mídia norte-americana e presidente da Film Christian e da Comissão de Televisão. Ele disse ao The Christian Post que está sempre interessado nas coisas ao redor de Hollywood. “Eu tenho trabalhado lá desde 1978. Eu cresci lá e tenho uma longa história com Hollywood. Eu sou muito grato por toda a equipe do TheCRY, pois eles levam as coisas a sério".

Entre vários pedidos de oração o grupo pede para que Deus abençoe aqueles que trabalham na indústria do entretenimento, que o Espírito Santo inspire as suas vidas para lançar filmes abençoados e que, aqueles que trabalham nos filmes adultos possam ser resgatados por Cristo.

No site do TheCry Hollywood está escrito: “Na América do Norte, cada pessoa gasta em média 28 horas por ano na igreja, em contra partida gastam 6 horas por dia vendo TV. De acordo com estudos recentes, existem mais aparelhos de TV na América do que pessoas”.

O evento tem ganhado apoio de muitos de pastores, líderes e cristãos. Shawn Bolz, diretor e pastor sênior da Expressão 58 disse que não vê a hora de começar esse evento “que vai será uma porta de entrada para Deus fazer mudanças na indústria do entretenimento mundial".

No dia seguinte ao TheCry Hollywood, haverá uma conferência de dois dias. "Estou acreditando que haverá o extremo, impressionante, e intangível amor de Deus para Hollywood", concluiu a diretora do TheCRY Hollywood, Faytene Grasseschi.

Fonte: Christian Post 

sábado, 28 de janeiro de 2012

Psicóloga cristã Marisa Lobo responde à pastora gay Lanna Holder: “o cristianismo tem regras e princípios a serem seguidos”

Psicóloga cristã Marisa Lobo responde à pastora gay Lanna Holder: “o cristianismo tem regras e princípios a serem seguidos”
A psicóloga Marisa Lobo comentou a recente entrevista concedida por Lanna Holder em que a agora pastora de uma igreja inclusiva afirma sentir-se à vontade, feliz e livre da visão fundamentalista das igrejas tradicionais.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica GospelMarisa afirmou que “o fato de se sentir bem, feliz , não significa estar no centro da vontade de Deus. Depende apenas do sistema cerebral de recompensa dado por Deus que estimula hormônios responsáveis pelo bem estar, toda a vez que você realiza um desejo, é dado ao homem independente de sua religião e ou fé”.
Lanna afirmou que em sua igreja Cidade do Refúgio não se impõe o homossexualismo às pessoas. Porém, no texto publicado no blog Nação Pró-Família, a psicóloga cristã Marisa Lobo entende que “a partir do momento que você cria uma doutrina de refugio fora dos princípios de Deus, está induzindo sim, pessoas a acharem que existe libertação fora dos princípios de Cristo é isso é criar um mito, uma heresia. Uma seita”.
Em uma extensa colocação sobre o que entende ser errado por parte de Lanna Holder, Marisa Lobo afirma que questionar a homossexualidade da pastora é algo a ser colocado em segundo plano, frente aos fatos controversos que ela protagonizou.
“Não vou de forma alguma questionar a homossexualidade de Lanna Holder, pois creio ser esse um problema sexual seu, e não devo nem posso achar nada em relação a esse fato que é escolha sua . Porém como cristã e líder de influência me sinto na obrigação de esclarecer algumas coisas e digo que, o maior erro da Lanna, foi pregar sobre libertação do homossexualismo sendo consciente de que não era liberta, e nem acreditava no que a bíblia diz quanto a esse fato, já que a mesma diz claramente que em sua vivência pessoal que entre ela e os seus, o homossexualismo não é pecado, e pregava algo que não vivia. Deveria pregar sobre a luta interior desde início e não usar a igreja e eventos para se promover”, pontua a psicóloga.
Menosprezando o ataque de Lanna às igrejas, Marisa afirma ainda que o grande problema da entrevista concedida pela pastora homossexual é que ao adaptar a Bíblia à sua visão pessoal, ela está fugindo dos princípios bíblicos e seria melhor criar uma nova religião: “A questão na entrevista nem é o valor moral atribuído as igrejas tradicionais, nem se somos exclusivistas ou não, a questão é que não posso de forma alguma adaptar o evangelho aos meus desejos pessoais, pois o cristianismo tem regras e princípios a serem seguidos não é uma questão de doutrina de igreja, e sim de realidade bíblica e princípios cristãos, ou aceitamos ou criamos outra religião outro deus como fazem muitos. Aí pague o preço, mas assuma estar vivendo uma mentira cristã”.
A psicóloga ressalta ainda o tamanho da dificuldade que existe relacionada à sexualidade do ser humano e garante pensar a respeito de uma forma bastante solidária: “Lendo a entrevista fico consternada me solidarizo porque sei que não deve ser fácil resistir aos desejos homossexuais como não deve ser fácil para um padre resistir aos desejos heterossexuais para servir a Deus. Porém muitos renunciam sua sexualidade, acreditando estar no centro da vontade de Deus e deslocam seus desejos, sua sexualidade para a servidão para realizar a vontade do mestre simplesmente por acreditar. Isso é fé”.
Sobre a tese de Lanna, em que a pastora homossexual afirma achar que a doutrina cristã contrária ao homossexualismo é questão de contexto no Velho Testamento, Marisa rebate dizendo que “não podemos interferir nos princípios com nossos ‘achismos’ .O ser humano é tendencioso sempre tenta adaptar a palavra de Deus aos seus desejos, e o faz para sentir culpa.Com essa atitude sempre abri remos precedente, pois tudo pode ser adaptado a nossa vontade. E não a vontade de Deus”.
Marisa frisa que o assunto sexo não se resume ao ato em si, ou à escolha por gêneros: “Temos que ter em mente que sexualidade não se resume em sexo, que nossa libido pode se quisermos ser deslocada para realizações pessoais como cultura, artes, esporte e porque não, para servir a Deus. O ser humano é um todo, sua libido não está apenas na área sexual. É um erro focarmos somente neste aspecto. A vida, a felicidade tem que estar além. Jesus Cristo por acaso teve mulheres? E não era assediado por elas? Com certeza sim, e resistiu, claramente renunciou seus desejos, sublimou e deslocou para servir a Deus pensando na eternidade.


VIA IMPACTO REAL

Prefeito cassa licença da Igreja Mundial para realizar cultos em mega templo

A prefeitura informou que cassou a licença por causa da ausência do Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros.

Após causar caos no transito da Via Dutra no evento de inauguração de seu mega templo, e de realizar um evento no mesmo lugar mesmo depois de ter sido impedida por ordem judicial, a Igreja Mundial do Poder de Deus teve a licença para realização de cultos em seu grandioso templo em Guarulhos cassada.

A prefeitura da cidade informou que cassou a licença especial provisória para eventos da Igreja Mundial, por causa da ausência do Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros e que a licença provisória havia sido concedida mediante apresentação do protocolo de pedido da vistoria. “A licença é fornecida sem o AVCB, mas sua validade está condicionada à emissão do documento”, informou a prefeitura, que disse também que “a Igreja poderá retomar as atividades depois de apresentar todos os requisitos legais solicitados”.

De acordo com o G1 o juiz Rafael Tocantins Maltez, que teve a liminar impedindo eventos na igreja descumprida, reconheceu que “existe a liberdade de consciência religiosa e o direito de exercício de culto”. Mas ressaltou: “Contudo, em tal direito não está incluída a instauração de caos em local situado em cidade chave para a população do estado de São Paulo”.

Artigo publicado pela Igreja Universal afirma que consumir bebida alcoólica não é pecado

Um artigo publicado no Arca Universal, site ligado à Igreja Universal do Reino de Deus, defende que a Bíblia não condena o consumo de bebidas alcoólicas.

“Em nenhum momento a Bíblia afirma que beber vinho ou qualquer outra bebida seja pecado. Embriagar-se de qualquer bebida, aí sim é pecado”, defende o texto.

O texto explica que “alguém em estado de embriaguez fica fora de si, fora de controle e o desequilíbrio se apossa do seu ser”, e questiona sobre a embriaguez: “Como discernir o que é certo e o que é errado estando fora de si?”.

A argumentação do texto da IURD começa citando um trecho do capítulo 11 do livro de Mateus: “Veio o Filho do Homem, que come e bebe, e dizem: Eis aí um glutão e bebedor de vinho, amigo de publicanos e pecadores! Mas a sabedoria é justificada por suas obras”.

Outro texto bíblico citado é Romanos 14:1-4 onde o apóstolo Paulo fala: “Acolhei ao que é débil na fé, não, porém, para discutir opiniões. Um crê que de tudo pode comer, mas o débil come legumes; quem come não despreze o que não come; e o que não come não julgue o que come, porque Deus o acolheu”, o texto ainda sublinha o trecho final que diz: “Quem és tu que julgas o servo alheio?”.

“Então, cada um julgue a si mesmo se tem ou não fé para comer ou beber aquilo que tiver vontade”, conclui o texto.

sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Psicóloga Marisa Lobo cristã analisa e questiona alguns pontos da entrevista de Lanna Holder


O fato de se sentir bem, feliz, não significa estar no centro da vontade de Deus.

Psicóloga MarisaLobo

Trechos da entrevista publicad no gospel Prime

Lana Holder: Não impomos a homossexualidade às pessoas quem vem à Cidade do Refugio,
Marisa Lobo: A partir do momento que você cria uma doutrina de refugio fora Dos princípios de DEUS, está induzindo sim, pessoas a acharem que existe libertação fora dos princípios de Cristo é isso é criar um mito, uma heresia. Uma seita.
Lana Holder: Na realidade, esse disparate de visão, saindo de uma visão completamente fundamentalista e indo pra uma visão totalmente inclusiva, na realidade faz menção ao verdadeiro chamando no qual eu me encontro na atualidade.
Marisa Lobo: Visão inclusiva existe sim é nos incluirmos na visão fundamentada na Bíblica sagrada que cremos ser a palavra de Deus. Só pode estar nesse chamado quem consegue entender essa verdade.se achar no chamado não significa ser escolhido para ele.
Lanna Holder: Eu estou muito feliz com que estou vendo Deus fazer, nada que ele ou qualquer outra pessoa venha dizer, vai mudar o meu pensamento, por que eu tenho experiência com Deus nisso que eu estou te dizendo. Agora eu não vejo nada, não sei de nada…
Marisa Lobo: O fato de se sentir bem, feliz , não significa estar no centro da vontade de Deus. Depende apenas do sistema cerebral de recompensa dado por Deus que estimula hormônios responsáveis pelo bem estar, toda a vez que você realiza um desejo, é dado ao homem independente de sua religião e ou fé. .

Não vou de forma alguma questionar a homossexualidade de Lanna Holder, pois creio ser esse um problema sexual seu, e não devo nem posso achar nada em relação a esse fato que é escolha sua . Porém como cristã e líder de influência me sinto na obrigação de esclarecer algumas coisas e digo que, o Maior erro da Lanna, Foi pregar sobre libertação do homossexualismo sendo consciente de que não era liberta,e nem acreditava no que a bíblia diz quanto a esse fato, já que a mesma diz claramente que em sua vivencia pessoal que entre ela e os seus, o homossexualismo não é pecado, e pregava algo que não vivia. Deveria pregar sobre a luta interior desde início e não usar a igreja eventos para se promover.
Quando pregamos o que não cremos estamos usando do evangelho para promoção pessoal, deveria então pregar sobre outros temas e não alimentar a esperança de muitos com uma mentira consciente. Por amor e respeito ao criador, podemos sim pregar, sobre libertação mesmo sentindo desejo, porém ensinando como resistir apesar deles por amor ao sacrifício de Cristo.

Conhecendo O evento gideões como conheço e o respeito o cuidado que a direção do evento tem com seus pregadores tenho a lamentar, pois com sua atitude de engano, nós que somos pregadoras mulheres fomos prejudicadas.

Não sãos somente os Homossexuais que sofrem todos nós pagamos algum preço todos os dias por algo que o mundo oferece e que temos que resistir, pagamos o preço da renúncia, esse é o servir a Deus, que tanto batemos no peito afirmando que o fazemos
.
A questão na entrevista nem é o valor moral atribuído as igrejas tradicionais, nem se somos exclusivistas ou não, a questão é que não posso de forma alguma adaptar o evangelho aos meus desejos pessoais, pois o cristianismo tem regras e princípios a serem seguidos não é uma questão de doutrina de igreja, e sim de realidade bíblica e princípios cristãos, ou aceitamos ou criamos outra religião outro deus como fazem muitos. ai pague o preço mas assuma estar vivendo uma mentira cristã.

Não é fácil seguir a Deus, todos sabem é uma opção uma escolha , quando escolhemos perdemos algo, e temos que avaliar se estamos dispostos a assumir certas perdas em troca desse evangelho de Jesus. Que é sim vivido com lutas, e por uma busca de agradar a Deus, se estamos conseguindo não sabemos, más uma coisa eu sei todo pai se agrada do filho que confessa sua falhas e pede ajuda declarando sua dependência, ELE enviou seu filho para morrer na cruz exatamente por nós pecadores, por nossas lutas, pois entendia e entende esse sofrimento..

No caso da Lanna Holder e de qualquer pessoa que sofre com desejos é o que posso e desejo renunciar para servir a Deus independente de qualquer valor moral..

Lendo a entrevista fico consternada me solidarizo porque sei que não deve ser fácil resistir aos desejos homossexuais como não deve ser fácil para um padre resistir aos desejos heterossexuais para servir a Deus. Porém muitos renunciam sua sexualidade, acreditado estar no centro da vontade de Deus e deslocam seus desejos, sua sexualidade para a servidão para realizar a vontade do mestre simplesmente por acreditar. Isso é fé.

Temos que ter em mente que sexualidade não se resume em sexo, que nossa libido pode se quisermos ser deslocada para realizações pessoais como cultura, artes, esporte e porque não, para servir a Deus. O ser humano é um todo, sua libido não está apenas na área sexual é um erro focarmos somente neste aspecto. a vida a felicidade tem que estar além.Jesus cristo por acaso teve mulheres? E não era acedido por elas? Com certeza sim, e resistiu claramente renunciou seus desejos, sublimou e deslocou para servir a Deus pensando na eternidade.

A igreja deve ser inclusiva sim, no sentido de não poder de forma alguma excluir pessoas por causa de sua orientação sexual, porém deve ter em mente que a igreja de Cristo, tem suas regras sua doutrina um princípio e para estar nela tem que se adaptar esse é o preço. O que não entendo imaginar que podemos interferir nos princípios com nossos “achismos” .O ser humano é tendencioso sempre tenta adaptar a palavra de Deus aos seus desejos, e o faz para sentir culpa.Com essa atitude sempre abri remos precedente, pois tudo pode ser adaptado a nossa vontade. E não a vontade de Deus.Essa é uma visão relativista, que tem transformado nosso planeta em um mundo sem princípios os verdadeiros valores estão sendo perdidos, e quando realmente percebermos não terá mais controle, sobre nossos filhos, sobre nossos desejos.

Lutarmos contra nossos desejos é a luta de todo crente, não é exclusiva de homossexuais temos desejos, transtornos, mesmo os heterossexuais sofrem com compulsão sexual, e já imaginou se por não resistirmos criarmos uma doutrina para explica o inexplicável? Daqui a pouco teremos igrejas de pedófilos, estupradores. Pode até ter, mas com outros deuses não o Deus de Israel.a quem cremos.

Entendo dessa forma, Deus nos ama independente do que somos, enquanto estamos preocupados com nosso potencial, com o que fazemos o quanto pregamos, com as igrejas que abrimos, ele está preocupado com almas e com nossa confissão. E confessar para Deus, que não estamos conseguindo resistir a certos desejos, que erramos nos sentimos mal por isso, pedindo seu perdão todos os dias é um renovo, é sem dúvida o que Ele mais deseja de nós. Foi por isso exatamente pelos nossos pecados nossas dependências que ele se sacrificou na Cruz.

Enquanto mostramos para nossos filhos os astros de futebol, por exemplo, e os milhões que eles ganham com orgulho Deus te leva a olhar para o carpinteiro, humilde, sofrido, marcado por chicotadas e para as mãos furadas pelos pregos que te salvaram. os pensamento de Deus não sãos os nossos então não adianta adaptar o evangelho aos nossos desejos.ele permite porque você quer não significando que esta é a vontade absoluta Dele.
.
Para encerrar gostaria de dizer que não existe uma pesquisa se quer conclusiva que prove que homossexualismo é genético e ou que pessoas nascem homossexual, tudo está ligado ao modelo às primeiras identificações definição de papeis e educação.

Por isso que o modelo oferecido pela Lanna Holder pode sim influenciar muitas pessoas em conflito com sigo mesmo, ao invés lutar desistir .

O modelo que aprendemos pela palavra seguir sempre é o de Cristo ele não disse que seria fácil, mas garantiu que estaria ao nosso lado e que seremos recompensados como vencedores. É uma corrida irmãos, que venceremos pela graça e espero que a Lana também consiga,creio que conseguirá se vencer mecanismo de defesa como negação, racionalização, minimização tão presentes em seu discurso.

Se, somente se, assumirmos em primeiro lugar nossa impotência e nossa dependência total de Deus, todos os dias alcançaremos a tão sonhada recompensa celestial , o mundo tem lugar para todos mas no reino de Deus há lugar para os que sofrem , para os que reconhecem a verdade e sua impotência perante Ela, nunca pela nossa arrogância em quere mudar as verdades por não combinar com o que sentimos.

Lembrando que somos salvos pela graça, devemos amar homossexuais bem como todas as pessoas em igualdade, não apontando seu pecado e ou defeito porque temos o nosso, que para Deus tem o mesmo peso. Devemos mostrar o amor de Cristo, e acolher essa pessoa, não querendo mudar seu comportamento más ensinando com amor exigente de forma carinhosa o que o reino o cristianismo pensa sobre isso e todas as nossas dependências o aceitar concordar é de cada um é um direito dado por Deus , é o livre arbítrio , aceita quem deseja segui-lo é luta sim mas promete o senhor Jesus.

: Ao que vencer darei a comer do maná escondido, e dar-lhe-ei uma pedra branca, e na pedra um novo nome escrito, o qual ninguém conhece senão aquele que o recebe.
Apocalipse 2:17
por Marisa Lobo  

Igreja Universal: pastores ungem “canetas para passar em concurso público”


A Igreja Universal do Reio de Deus (IURD) é notória por lançar várias campanhas abençoando objetos como rosas e pulseiras.

A denominação costuma também ungir objetos com o objetivo de que seus fiéis conquistem supostas bençãos em áreas específicas.

Um vídeo publicado no Youtube mostra dois pastores da igreja fazendo uma convocação para uma dessas campanhas. A campanha anunciada pelos pastores é destinada a pessoas que querem passar em concursos públicos, para isso o pastor diz que o candidato deve levar uma caneta para ser ungida na igreja e que dessa forma nada dará errado.

“Todos os concurseiros, traz a caneta pra nós ungirmos sábado agora (sic) ”, convoca o pastor que diz ainda que quem já fez a prova deve levar o comprovante de inscrição para ser ungido. Ele pede ainda para que o espectador avise aos amigos e conhecidos sobre a unção.

O pastor afirmou: “Vamos fazer uma prece poderosa! Olha, Deus tem toda a sabedoria, se Deus iluminar você e te der a direção, nada vai dar errado, vai dar tudo certo” (sic).

Depois de anunciar sobre a unção das canetas os pastores pediram ainda para que os fiéis levassem uma garrafa de água à igreja, para que eles pudessem colocar nela o “elemento do milagre.”

Os pastores fazem parte da Igreja Universal de Brasília, Templo maior – Asa Sul.

Veja o vídeo da convocação feita pelos pastores:




Fonte: 

Ex-vereador e pastor de igreja evangélica é preso por estelionato

Se aproveitando da fé e da inocência das pessoas, mais um pastor é preso em Campo Grande, acusado de crime de estelionato.

Cosme Damião Gonçalves Azuága, 52 anos, está preso no Garras (Grupo Armado de Repressão e Resgate a Assaltos e Sequestros), após movimentar uma conta bancária e procurações do senhor João Batista, um idoso de 83 anos.

Open in new windowDe acordo com o boletim de ocorrência, Cosme Damião, que se define como pastor há 12 anos, ficou amigo de João Batista e o convenceu a fazer a partilha de seus bens ainda em vida. Para convencê-lo, o estelionatário disse que teria um amigo advogado que providenciaria a documentação do inventário.

O delegado Roberval Rodrigues, titular do Garras (Delegacia Especializada de Repressão a Roubo a Banco, Assaltos e Sequestros), informou que um rascunho com a simulação da partilha chegou a ser feito pelo acusado.

Ainda segundo Roberval, em depoimento a vítima declarou que não se lembra se assinou procuração para o ‘pastor’. Entretanto, confirmou que lhe passou o cartão do banco e sua senha para a retirada de uma quantia em dinheiro e que este ‘rapou’ tudo que havia na conta.

O acusado é morador da Rua Silva Jardim, no bairro Jardim América. Porém, a sua prisão ocorreu em uma sorveteria onde a mulher dele trabalha, no bairro Piratininga. Com o acusado, a polícia apreendeu quatro carteirinhas de pastor da Igreja Evangélica Pentecostal Água Viva, inclusive uma delas sendo do Paraguai.

Crimes

Lesar pessoa idosa é crime configurado no Estatuto do Idoso. No texto diz que é ilegal induzir pessoa idosa a outorgar procuração para administração de bens.

Vereador

Cosme Damião Gonçalves Azuága foi vereador em Nioaque há cerca de três décadas. Em agosto deste ano, o pastor chegou a dar uma entrevista para o Jornal Correio do Estado, afirmando que acabara de realizar uma cirurgia de redução do estômago e que é candidato a vereador novamente este ano. "Saí do meu Estado e fui para o Mato Grosso, servi de cobaia porque a cirurgia era nova e fiquei 11 meses dentro de um hospital. Convivi com pessoas e vi que a necessidade na àrea da saúde é muito grande. Minha parte eu vou fazer", disse ele em entrevista, se referindo a saúde, onde atuaria, se eleito.

Fonte: Midiamax

Deputados da bancada evangélica propõe PL para garantir independência entre Igreja e Estado

Deputado João Campos ao lado do vereador Paulo Roberto

Uma proposta dos deputados Eros Biondini (PTB-MG) e João Campos (PSDB-GO), junto à Câmara Federal, quer garantir aos clérigos o exercício dos atos litúrgicos em estrita conformidade com os ordenamentos religiosos.

Foto: Divulgação



  • O projeto de lei número 2756/11 propõe que a atividade sacerdotal fique livre da interferência do Poder Público e conta com o apoio da bancada Católica e a Frente Parlamentar Evangélica.Segundo os autores, a autonomia entre Igreja e Estado é uma tese presente nas constituições da maioria dos governos democráticos e também por diversos tratados internacionais.
A doutrina legal estabelece que o governos e as instituições religiosas devem ser mantidos separados e independentes um do outro, segundo a agência Câmara.
Os deputados explicaram que a proposta assegura que integrantes da igreja conduzam suas atividades de acordo com suas próprias doutrinas religiosas.
“O princípio da separação entre o Estado e a Igreja traz como consequência a impossibilidade de o Estado interferir nas normas e nos dogmas da Igreja” disseram, explicando que os órgãos do Estado não podem obrigar os integrantes da Igreja a adotarem “práticas que contrariem suas convicções ou doutrinas religiosas”.

Eles ainda acrescentaram que “as religiões estabelecidas têm o direito de conduzir seus ritos, doutrinas e dogmas e seus atos litúrgicos de acordo com os ditames dos respectivos códigos religiosos”.
A proposta veio no momento em que a polêmica da PLC 122 ainda está em discussão. O Projeto de Lei prevê a criminalização da discriminação contra os homossexuais, o qual segundo os evangélicos é “flagrantemente inconstitucional” .
O temor dos políticos ligados às causas cristãs e mesmo de líderes religiosos é que a livre manifestação de ideias e preceitos nas igrejas fosse limitada ou até mesmo impedida.
Segundo o próprio deputado João Campos, a PLC 122 é inconstitucional pois impede a livre manifestação do pensamento.
“O PLC 122 é flagrantemente inconstitucional. Quando ele propõe a criminalização da homofobia, esse projeto subtrai da sociedade aquilo que é o sustentáculo da democracia: a livre manifestação do pensamento e a inviolabilidade da crença e da consciência”, defendeu Campos.
A proposta aguarda a tramitação na Câmara, que não tem previsão para a conclusão da análise.





Contato: jussara.teixeira@christianpost.com Twitter: @TeixeiraJussara

Convertido do islamismo sobrevive contra as hostilidades da sociedade Ex-muçulmano foi rejeitado por toda a sua família por ter se convertido ao Cristianismo


Convertido do islamismo sobrevive contra as hostilidades da sociedade
Hassan Muwanguzi, um ex-muçulmano que se converteu, em Uganda, que perdeu o apoio de sua família e também foi demitido de seu emprego por causa de sua fé, agora sente-se mais aliviado, pois conseguiu vencer o último ataque realizado pelos muçulmanos, que queriam prendê-lo.

Após a sua conversão, que aconteceu em 2003, a família de Hassan imediatamente o expulsou de casa, e os muçulmanos da região ficaram enfurecidos e queriam matá-lo. Sua esposa também o deixou no mesmo ano e ele perdeu seu emprego de professor seguidamente.

Sem medo algum, há um ano ele abriu uma escola cristã, a Grace Internacional School, em Kajoko, uma cidade que possui cerca de 5 mil habitantes e é predominantemente composta por famílias muçulmanas.

Os muçulmanos da região ficaram irritados com a ousadia dele, tanto que um professor islâmico, Sheikh Hassan Abdalla, apresentou uma falsa acusação contra Hassan, dizendo que ele havia “contaminado” sua, uma menor de idade.

Juntamente com seus amigos muçulmanos, Abdalla abriu um processo contra Hassan na corte do magistrado de Palissa-Kalaki, e foi emitido um mandado de prisão contra o professor cristão em 1º de abril de 2011

Hassan ficou preso por três semanas e depois foi levado para o tribunal, onde o juiz perguntou se ele estava ciente das acusações que ele havia recebido, e Hassan afirmou não sabia de nada e solicitou uma fiança judicial. Mas o juiz disse que só depois que só daria a fiança se o reclamante tivesse a chance de falar no tribunal.

“O juiz descobriu que era uma acusação falsa, por isso o caso foi arquivado”, disse Hassan. “Eu passei por uma grande humilhação, mas eu perdoo a todos que me fizeram passar por isso, pois é assim que um cristão deve agir.”

A Constituição e outras leis protegem a liberdade religiosa na Uganda, incluindo o direito de propagar suas crenças e sua fé para outras pessoas e assim converter outros para aquilo que você acredita.

Ore por Hassam Muwanguzi, para que Deus o proteja de todo o mal e também por sua escola, que tem fundamentos cristãos dentro de uma comunidade extremamente islâmica. Ore para que Hassan possa influenciar as pessoas com o amor que vem de Deus.


Fonte: Portas Abertas

Grupo promove jornada de oração contra radicais anti cristãos Atentados já provocaram a morte de pelo menos 178 pessoas


Grupo promove jornada de oração contra radicais anti cristãos
A Associação Cristã da Nigéria convocou para esta quarta-feira, na cidade de Kano, um momento de oração pela paz e pelas vítimas dos atentados perpetrados pela seita Boko Haram.

De acordo com o Bispo de Kano, Dom John Namaza Niyiring, entrevistado pela Agência Fides, "a situação está um pouco mais calma", devido também ao posicionamento de policiais e de militares nas áreas dos ataques. Ainda está em vigor o toque de recolher das 19h às 7h da manhã. Mesmo com limitações de movimento, afirma o Bispo, a população tenta mesmo assim conduzir uma vida normal.

Kano é a cidade mais importante do norte da Nigéria, onde na noite de 20 de janeiro um grupo ligado à seita Boko Haram provocou a morte de pelo menos 178 pessoas e centenas de feridos. "Na terça-feira celebramos o funeral das vítimas, enquanto nesta quarta a Associação Cristã da Nigéria organizou um de oração pela paz e pelas vítimas dos atentados. Quando a situação estiver estabilizada, organizaremos encontros com os líderes muçulmanos para restabelecer a serenidade e a coexistência pacífica", anunciou o Bispo.

Segundo ele, a polícia deteve diversos membros da Boko Haram, que agora são submetidos a interrogatórios. "Boa parte dos presos é estrangeira, pelo menos 80% deles. Infelizmente, muitos imigrantes se encontram em graves dificuldades econômicas e sociais, e estão expostos a qualquer tipo de apelo religioso. Alguns acabam acatando a doutrina dos membros da Boko Haram", explica Dom Niyiring.


Fonte: Creio
Foto: AFP (Imagem dos conflitos no País)

quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Emerson Fittipaldi fala sobre a vida do verdadeiro cristão e seu relacionamento com Deus

Emerson Fittipaldi fala sobre a vida do verdadeiro cristão e seu relacionamento com DeusO campeão mundial de Fórmula 1 Emerson Fittipaldi é cristão praticante a cerca de 12 anos. Fittipaldi gravou um vídeo compartilhando sua fé e sua visão sobre o cristianismo. O campeão começa o vídeo pedindo: “abra seu coração para Jesus”.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica GospelFittipaldi falou no vídeo sobre a mudança de comportamento e de relacionamentos que acompanha a vida daqueles que abrem o coração para receber o amor de Cristo: “você vai ter uma vida nova, uma vida muito mais alegre, equilibrada e com valores diferentes”, declarou.
Outro assunto que ele abordou foram as dificuldades que todos vivem diariamente, ressaltando que quem tem a vida entregue a Deus supera as dificuldades e obstáculos de uma maneira mais fácil: “quando você tem dentro do seu coração, dentro de você, a presença de Jesus, você supera todas essas dificuldades e obstáculos de uma maneira muito mais fácil do que se você não tivesse a presença de Deus”.
“O verdadeiro cristão tem uma vida muito melhor do que aquele que não é verdadeiro cristão”, concluiu Fittipaldi.
Veja o vídeo completo:
Fonte:

ALERTA - Quase metade dos usuários brasileiros acessa sites com conteúdo ilegal

A popularidade dos serviços de download ilegal – o que inclui portais de torrent, programas P2P e sites de streaming – atinge seu ápice no Brasil: 44% dos internautas do País os acessam pelo menos uma vez por mês, segundo a Federação Internacional de Indústria Fonográfica (IFPI, na sigla em inglês).

A Espanha vem em seguida, com 42% – ambos estão significativamente acima de média global, de 28%.

Metade das páginas do estudo, divulgado pela IFPI, discute a pirataria online. De modo geral é possível constatar que são duas as estratégias da Federação para reduzi-la: repressão, a partir do encerramento e bloqueio de serviços que desrespeitam direitos autorais, e expansão a outros mercados – ela destaca, por exemplo, que o iTunes está presente em 58 nações, ante 23 do começo de 2011.

Alguns resultados em relação à coerção são comemorados. De acordo com a pesquisa, depois que dois provedores da Bélgica foram obrigados a bloquear o acesso ao The Pirate Bay, em agosto de 2011, a audiência do site caiu 84% no país. Nos Estados Unidos, se 16% dos internautas utilizavam programas P2P em 2007, essa percentagem caiu para 9% no fim de 2010, em parte por conta do fim do Limewire. Na França, por causa da Lei Hadopi, a queda foi de 26%.

Pelo visto, algumas medidas impopulares, como processar usuários individualmente, foram abandonadas, mas outras surgiram para substituí-las. Além de obrigar provedores a censurar sites e solicitar a companhias que não exibam anúncios neles, a ideia é fazer com que serviços de busca também cooperem, já que, ao pesquisar pelo nome de artistas populares mais o termo “MP3”, o número de links exibidos que infringem propriedade intelectual é enorme.

“(Os serviços de busca) precisam adotar práticas responsáveis e procedimentos se quiserem garantir que os consumidores não terão um comportamento ilegal que frequentemente compromete sua segurança”, diz o estudo.

Pela primeira vez desde 2004, o crescimento da renda proveniente das músicas digitais voltou a subir: 8%, chegando a 5,2 bilhões de dólares, ante 5% do ano anterior. O número, no entanto, é pequeno em relação aos 25% de 2008, a maior alta já registrada pela IFPI. Nos Estados Unidos e na Coreia do Sul, a arrecadação com o formato já superou a com a mídia física, com 52% e 53%, respectivamente.

Ainda assim, dificilmente o crescimento do formato digital compensará a queda do formato físico. Por mais que a Federação não tenha divulgado o resultado financeiro total, o desempenho nos Estados Unidos serve como parâmetro. Lá, mesmo com a ascendente popularidade das lojas virtuais e de serviços de streaming, a indústria fonográfica tem visto sua receita cair ano após ano. De 2009 para 2010, por exemplo, a baixa foi de 10,9%, de 7,6 bilhões de dólares para 6,8 bilhões.

Fonte: PC World

Projeto estabelece que não é crime templo religioso não realizar casamento de homossexual

Projeto estabelece que não é crime a recusa de clérigos de templos religiosos, de efetuar casamento em desacordo com suas crenças.

A Câmara analisa o Projeto de Lei 1411/11, do deputado Washington Reis (PMDB-RJ), que estabelece que não é crime a recusa, por parte de clérigos de templos religiosos, de efetuar casamento em desacordo com suas crenças. A proposta também deixa claro que não cometem crime organizações religiosas que não aceitarem, em cultos, a permanência de cidadãos que violem seus valores, doutrinas, crenças e liturgias.

O autor ressalta que a prática homossexual é descrita, em muitas doutrinas religiosas, como uma conduta em desacordo com as suas crenças. O objetivo da proposta, segundo o deputado, é garantir às organizações religiosas "o direito de liberdade de manifestação”.

“Não obstante o direito que assiste às minorias, na legítima promoção do combate a toda e qualquer forma de discriminação, há que se fazê-lo sem infringir outros direitos e garantias constitucionais e sem prejudicar princípios igualmente constitucionais”, argumenta o autor do projeto.

A proposta acrescenta dispositivo à Lei 7.716/89, que define os crimes resultantes de preconceito. Atualmente, a lei estabelece que praticar, induzir ou incitar a discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional é crime, sujeito à pena de reclusão de um a três anos e multa.

Tramitação

A proposta aguarda parecer na Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM)

Fonte: Agência Câmara

Cristãos egípcios enviam carta ao parlamento do país Carta pede que os muçulmanos tratem os cristãos com igualdade


Cristãos egípcios enviam carta ao parlamento do país
O Maspero, grupo de ativistas cristãos coptas, enviou um comunicado na forma de carta para o parlamento egípcio, que é majoritariamente islâmico, um dia antes de acontecer a primeira reunião.

Após os resultados das eleições parlamentares, que revelaram que os grupos muçulmanos egípcios como o Partido da Liberdade e da Justiça e o Partido da Irmandade Salafista, ocuparam 78% do parlamento, o grupo Maspero escreveu uma carta questionando qual seria o posicionamento da minoria copta do país.

A carta, endereçada a “respeitável maioria islâmico do parlamento”, dizia que “os cristãos estavam tentando manter um elo de amizade com eles, mantendo todo o respeito possível.”

Expressando descontentamento com os resultados das eleições, a carta pedia que os muçulmanos tratassem os cristãos com igualdade, para que todos no país possam viver em harmonia.

Membros da minoria de cristãos coptas do Egito dizem que eles formam cerca de 10% da população egípcia e que eles tem sido vítimas de inúmeros ataques nos últimos anos, sendo o mais sangrento os dois atentados contra uma igreja na Alexandria que deixou 23 mortos e 97 feridos.

Ore pelos cristãos do Egito e pela situação política do país. A revolução que aconteceu na Primavera Árabe parecia trazer mais liberdade para toda a sociedade, mas ainda há muitas dúvidas quanto o futuro da nação e do cristianismo no país, por isso ore pela Igreja no Egito, para que ela possa ser uma referência para a sociedade do país.


Fonte: Portas Abertas

terça-feira, 24 de janeiro de 2012

R$ 2,4 milhões do Ministério do Esporte desaparecem de conta de ONG ligada ao PC do B





Por: Portal UOL

A Polícia Federal está investigando o sumiço de R$ 2,4 milhões de verbas do programa Pintando a Cidadania, do Ministério do Esporte, repassados à ONG "Instituto Cidade", de Juiz de Fora (MG), para a produção de materiais esportivos, como bolas, camisas e redes de vôlei. A ONG mineira terceirizou os serviços contratando uma cooperativa local para produzir os materiais.

Mais de um ano após o início do contrato, em 3 de dezembro de 2010, porém, a ONG, que recebeu 100% da verba (R$ 2,409.522,44 milhões), produziu apenas 10% do material, e encerrou a produção depois disso. O próprio Ministério do Esporte, de acordo com documentos internos a que o UOL teve acesso – já encaminhados à Polícia Federal –, reconhece os indícios de desvio de recursos públicos e favorecimento a pessoas ligadas ao PC do B (Partido Comunista do Brasil) no uso das verbas cedidas à ONG. O partido comanda o Ministério do Esporte desde 2003.

Atualmente, as atividades do Instituto Cidade estão paralisadas. A reportagem esteve em Juiz de Fora e encontrou uma fábrica de material esportiva vazia. Um funcionário informou que tinha dispensado os mais de 40 trabalhadores, já que não havia dinheiro para produzir qualquer material ou efetuar pagamentos.

No dia 10 de novembro de 2011, cumprindo mandado da Justiça, a Polícia Federal apreendeu computadores e documentos na sede da ONG e em mais três endereços em Juiz de Fora, entre eles na casa do presidente da entidade, José Augusto da Silva.

Segundo o delegado federal Ronaldo Guilherme Campos, à frente das investigações, o que é possível afirmar até agora "é a existência de forte indício de que algo de irregular aconteceu". Ele precisará de "mais quatro ou cinco meses" para concluir as investigações, e diz que aguarda a quebra do sigilo bancário dos envolvidos.

O principal deles é José Augusto da Silva, presidente do Instituto Cidade e ex-cabo eleitoral de Wadson Ribeiro (PC do B), que está na suplência do partido para a Câmara dos Deputados. Wadson, ex-presidente da UNE (1999-2001), ocupou a Secretaria Nacional de Esporte Educacional da pasta até o final de 2011. O programa Pintando a Cidadania está vinculado a essa secretaria. Em novembro, Wadson deixou o Ministério, pouco depois da saída do então ministro Orlando Silva, no bojo de pesadas denúncias de corrupção na pasta.

Orlando e Wadson, com Ricardo Cappelli – que preside a comissão técnica da Lei de Incentivo ao Esporte – formavam o triunvirato de ex-presidentes da União Nacional dos Estudantes com cargos de destaques no Ministério do Esporte, a partir de 2006. Do trio, apenas Cappelli permanece no cargo, na pasta agora sob o comando do ministro Aldo Rebelo.

No dia 23 de novembro do ano passado, José Augusto Silva foi convocado pelo Ministério do Esporte para "tratar de assuntos relevantes e urgentes, inerentes ao desenvolvimento das ações previstas no plano de aplicação do convênio", de acordo com documento que o UOL teve acesso. A José Silva foi também solicitada a apresentação de "extrato atualizado da movimentação bancária da conta exclusiva do convênio". Em vão. Ele alegou que com a apreensão dos documentos pela Polícia Federal não poderia atender ao solicitado pelo Ministério.

Pagamentos irregulares

As explicações do presidente do Instituto Cidade não convenceram. No dia 9 de janeiro deste ano, um relatório interno do Ministério do Esporte que integra volumoso processo – tudo já enviado à Polícia Federal – , adianta que "há indícios de malversação do dinheiro público" na ONG Instituto Cidade, e que a mesma "não se esforça em elucidar as denúncias feitas".

Pagamentos ilegais

O mesmo relatório do ministério denuncia "pagamentos com recursos públicos de vales-transporte, previstos no plano de aplicação aos cooperados (que produziriam o material esportivo), a integrantes do PC do B que atuam em escritório regional do partido político em Juiz de Fora. Os partidários são acusados de não guardarem relação ou vínculo com as metas do convênio. Do processo consta uma lista com os “nomes dos militantes do partido que receberam os benefícios, ou seja de maneira ilegal".

O UOL teve acesso à lista de pessoas que receberiam o benefício. 15 delas seriam filiadas ao PC do B. Apesar desses indícios de graves irregularidades, o convênio do ministério com o Instituto Cidade ainda não foi rescindido. Segundo levantamento junto ao Sistema Integrado de Administração Financeira (Siafi), o Instituto Cidade foi contemplado com R$ 7 milhões do Ministério do Esporte, entre 2006 e 2011.

A coordenadora da cooperativa – constituída de pessoas carentes de Juiz de Fora para atender aos pedidos de produção de material esportivo –, Sandra Rodrigues Costa, relatou a funcionários do Ministério do Esporte que o presidente do Instituto Cidade, José Augusto da Silva, teria convocado uma reunião com os coordenadores do projeto no fim de 2011 para informar que as atividades seriam interrompidas por falta de recursos.

Nos relatos, cujas gravações foram ouvidas pelo UOL, Sandra informa que José Augusto da Silva deu um aviso claro: "Apenas teremos recursos disponíveis até dezembro (de 2011). Alertem os funcionários (da Cooperativa) que após não teremos mais dinheiro para executar as metas do convênio".

Sandra teria, então, perguntado o que foi feito dos R$ 2,9 milhões (na verdade, o repasse oficial foi de R$ 2,4 milhões, segundo o Siafi) que deveriam ser usados na produção do material. A resposta: "Eu assumo que desviei os recursos do convênio do Ministério do Esporte para outros projetos do Instituto Cidade". Para quais projetos o dinheiro teria sido desviado, Silva não informou.

O balanço do convênio é o seguinte, segundo o Ministério do Esporte:

8.000 bolas encomendadas: Nenhuma foi produzida

26.000 camisetas produzidas, ou 43% do contratado

4.900 bonés entregues, apenas 8% do previsto no contrato

Redes: foram produzidas 200 redes de futsal e outras 200 de vôlei, ou apenas 20% do total contratado

Bandeiras: nenhum material chegou à fábrica; nada foi produzido

O UOL tentou entrar em contato com José Augusto da Silva por dois dias em Juiz de Fora, mas não obteve resposta.

DENÚNCIA - Revista da Assembleia de Deus diz que Jônatas e Davi eram amantes

Escorregadinhas evangélicas?

Revista da Assembleia de Deus diz que Jônatas e Davi eram amantes


Uma mulher, membro da Assembleia de Deus em Campo Grande, no Rio de Janeiro, estava fazendo umas “Cruzadinhas Evangélicas” da revista “Palavras Cristãs” quando, olhando na página 6, ela viu a pista para encontrar a palavra-chave: “Jônatas, com relação a Davi, conforme o livro de 1 Samuel, capítulo 18”.
Por incrível que pareça, a palavra-chave que coube no espaço foi “amante”.
Nessa altura, a mulher precisou esfregar os olhos e se beliscar. Mas quando ela foi conferir a resposta na página 29, ela ficou estarrecida. A resposta certa era realmente “amante”!
A revista é publicada pela Assembleia de Deus em Campo Grande, no Rio de Janeiro, igreja dirigida pelo Pr. Daniel Malafaia, parente do Pr. Silas Malafaia.
Será que a influência gay e midiática chegou a um ponto catastrófico nas igrejas evangélicas?
Peço aos leitores do meu blog que enviem ao Pr. Daniel Malafaia uma cópia das excelentes pregações do Pr. Silas Malafaia contra as mentiras da agenda gay. Aliás, mandem uma cópia para toda a liderança dessa igreja, pois se Jônatas e Davi eram homossexuais por serem muito amigos, então o que dizer de nós, homens cristãos, que somos apaixonados por Jesus Cristo?

VIA IMPACTO REAL 
INF JULIO SEVERO

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

MEU DEUS , QUE VERGONHA - TEM IGREJAS QUERENDO APOIAR ESSE SUJEITO AQUI . NÓS VAMOS DENUNCIAR OS BODÃO QUE APOIAREM ESSE DESCABIDO.

Eleições 2012: Fernando Haddad pode receber apoio de grandes igrejas de São Paulo

Marco Feliciano não aceita tal proposta e disse que os membros dessas igrejas precisam saber que seus votos foram trocados          


Eleições 2012: Fernando Haddad pode receber apoio de grandes igrejas de São Paulo
De acordo com o site Brasil 247 o atual prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (PSD – Partido Social Democrático) estaria negociando apoio à candidatura de Fernando Haddad (PT) prometendo levar consigo votos de grandes igrejas da capital como Assembleia de Deus, Igreja Mundial, Renascer em Cristo e Igreja Internacional da Graça de Deus.
Fernando Haddad está deixando o Ministério da Educação para poder concorrer ao cargo de prefeito de São Paulo nas eleições de 2012, o que chama atenção é que o PSD de Kassab tem muitos políticos evangélicos como Marco Feliciano e Marcelo Aguiar que são deputados federais que durante o ano de 2011 se moveram contra um dos projetos mais audaciosos de Haddad, o chamado “kit gay” que seria distribuído nas escolas públicas.
A reportagem do Gospel Prime conversou com o deputado federal Marco Feliciano para saber o que ele pensa sobre esse possível apoio de evangélicos ao Ministro da Educação. Apesar de ser do partido PSD o pastor não concorda com aliança e se diz preocupado com a eleição de Haddad.
“Eu não sossegarei até que tenha na porta de todas estas tais igrejas um informativo dizendo que a liderança foi corrompida e trocou favores pelo tal apoio”, disse ele.
A troca desse apoio seria colocar o secretário de Educação, Alexandre Schneider (PSD) como candidato a vice-prefeito. O site divulgou que Kassab já se reuniu com o ex-presidente Lula e já teria ligado para Haddad para sugerir o trato.
Feliciano também critica Haddad na condição de ministro e diz que ele pode ser o pior prefeito que São Paulo já teve. “Fernando Haddad já mostrou a que veio, foi o pior Ministro da Educação que o Brasil já teve, e será se for efetivada sua candidatura e vir a vencer, o pior prefeito que São Paulo terá!”, sentencia.
O pastor lembra que devido aos protestos contra o kit anti-homofobia o então ministro ridicularizou e menosprezou os parlamentares evangélicos, que tiveram que ameaçar convocar o ex-ministro Palocci para depor sobre as acusações de enriquecimento ilícito. Só assim a presidente Dilma Rousseff resolveu suspender o kit.
Para a reportagem da Folha de São Paulo o deputado estadual João Antonio, ex-aliado da senadora Marta Suplicy disse que para o PT não há motivos para não aceitar a proposta, pois o interesse do partido é eleger Haddad como prefeito. “O importante para nós é eleger o Haddad. As alianças têm que ser negociadas com este objetivo”, afirmou.

PARABÉNS DILMA - Irã ataca diplomacia de Dilma e diz que Lula faz falta

Em entrevista à Folha, o porta-voz pessoal do presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, criticou duramente o comportamento do Brasil em relação a seu país. Ali Akbar Javanfekr atacou diretamente Dilma Rousseff.
A reportagem, de Samy Adghirni está disponível para assinantes da Folha e do UOL, empresa controlada pelo Grupo Folha, que edita a Folha.
“A presidente golpeou tudo o que [o ex-presidente] Lula havia feito. Destruiu anos de bom relacionamento”, afirmou ele.
A irritação iraniana também se nota nas recentes barreiras contra exportadores de carne brasileira.
A União Brasileira de Avicultura afirma que as vendas de frango para o Irã, em alta até outubro, passaram a ser vetadas sem justificativa.
Já a multinacional brasileira JBS relata ter tido milhares de toneladas de carne bovina retidas por três semanas num porto iraniano. ”
Ou Seja, os ditadores amam Lula e Lula ama os ditadores!